segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Arco e flecha

Ainda na pré-história o homem descobriu essa fascinante arma. Usado para caça no início, logo percebeu-se seu potencial bélico e foi amplamente utilizado nas guerras medievais. Hoje com o avanço tecnológico e o domínio da manipulação de materiais mais complexos, como o carbono e cordas mais resistentes que o aço, conseguiu-se obter equipamentos de alto desempenho. Existem vários modelos de arco, sendo os principais o arco recurvo e o composto. Utilizado em várias modalidades, o arco e flecha chegou a se tornar um esporte olímpico.





sábado, 31 de agosto de 2013

MGL (Multiple Grenade Launcher)

MGL (Multiple Grenade Launcher) 40 mm, desenvolvido e fabricado na África do Sul por Milkor Ltd. A MGL foi demostrado como um conceito para a Força de Defesa Africano Sul (SADF), em 1981. O princípio de funcionamento foi imediatamente aceito e submetido a um programa de qualificação rigoroso. A MGL foi então oficialmente aceito no serviço com a SADF. Após sua introdução em 1983, o MGL foi gradualmente adotado pelas forças armadas e organizações policiais de mais de 50 países. A produção total desde 1983 tem sido mais de 50 mil unidades.

A MGL é uma arma de vários tiros, destinado a aumentar significativamente o poder de fogo de um pequeno esquadrão quando comparado com lançadores de granadas tradicionais com tiro único, como o M203. A MGL é projetado para ser simples, robusto e confiável. Ele usa o princípio do revolver. O cilindro pode ser carregado ou descarregado rapidamente para manter uma alta taxa de fogo. Embora destinada principalmente para uso ofensivo e defensivo, o lançador é adequado para operações de segurança anti-motim e outras situações que exige o uso do poder de fogo ou de gás lacrimogênio para a contenção.














Ficha técnica: 
-Calibre: 40x46 mm, 40x51 mm
-Ação: dupla
-Comprimento: 56 cm à 81 cm (cano 26 cm à 30 cm)
-Velocidade inicial do projétil: 76 m/s à 125 m/s
-Alcance: 400m
-Capacidade: 6 munições
-Peso: 5,3 kg

domingo, 25 de agosto de 2013

Ingram MAC

A Ingram MAC são uma família de pistolas-metralhadoras compactas, desenvolvidas por Gordon Ingram e fabricadas pela Military Armament Company (MAC) dos Estados Unidos. As Ingram foram desenvolvidas no sentido de se tornarem uma alternativa à pistola Colt M1911, como arma secundária de defesa imediata. Trata-se de armas bastantes compactas e simples, de elevada cadência de tiro, que obtivera algum sucesso junto de unidades antiterroristas. São particularmente úteis nas operações de assalto a aviões, locais onde a sua compacticidade, a sua potência de fogo e a reduzida capacidade perfurante de algumas das suas munições se adaptam perfeitamente.

As Ingram MAC permitem tanto o tiro automático como o semi-automático, operando por recuo e culatra aberta. Estão equipadas com uma coronha de dimensão insuficiente para permitir um tiro estável e confortável e com uma correia na frente da arma que faz de segundo punho frontal. Estas características contribuem para que as armas sejam de dificil controle sem um treino adequado.

O cano é filetado de modo a poder-se adaptar um silenciador de grandes dimensões, que também pode servir de pega de suporte, ajudando a tornar a arma mais controlável. Em contrapartida, este silenciador, faz com que a arma perca as características de compacticidade. O filetamento do cano, também permite a adaptação de outros acessórios.












Ficha técnica:

-Calibre: 9mm, 45 ACP, .380 ACP
-Comprimento: 26 cm à 65 cm
-Alcance efetivo: 25 m
-Cadência de tiro: 1090 à 1600 disparos por minuto
-Capacidade: 30 munições (.45 ACP)

domingo, 18 de agosto de 2013

M134 Minigun

A M134 Minigun é uma metralhadora 7.62 mm de seis canos com uma elevada cadência de tiro (2.000 a 6.000 disparos por minuto), empregando tambores rotativos estilo Gatling, com uma fone de alimentação extrema. O termo "Minigun" tem sido aplicado a qualquer armar Gatling usando calibre de rifle e que receba energia extermamente, ainda que o termo, por vezes, seja usado para se referir a armas de cadência de fogo e configurações similares.

Na década de 1960, as Forças Armadas dos Estados Unidos começaram a explorar as variantes modernas das armas do tipo Gatling, para uso na Guerra do Vietnã. Os militares norte-americanos no Vietnã, que utilizaram helicópteros como um dos principais meios de transporte de soldados e equipamentos pela densa selva, descobriram que estes meios eram muito vulneráveis aos ataques de armas leves e lança-granadas (RPG) quando diminuíam para pousar. Embora os helicópteros tivessem metralhadoras simples, usando-as para repelis os agressores ocultos na selva, muitas vezes ocorria o superaquecimento dos tambores ou atolamento de cartuchos.














Ficha técnica:

-Calibre: 7.62x51 NATO
-Comprimento: 80 cm (cano 55 cm)
-Velocidade inicial do projétil: 853 m/s
-Alcance: 1.000 m
-Cadência de tiro: 2.000 à 6.000 disparos por minuto


Browning M2 .50


M134 e GAU-21


segunda-feira, 22 de julho de 2013

MP7

O MP7 é uma sub-metralhadora alemã fabricada pela Heckler & Koch ( H& K). Ela foi projetada com o novo cartucho para atender às exigências da NATO em 1989, a exigência era uma arma que dispare-se uma munição que penetrasse nos coletes a prova de balas. O MP7 entrou em produção em 2001. É um rival direto para o FN P90, também desenvolvido em resposta à exigência da OTAN. A munição 4.6x30 mm é praticamente exclusiva para a arma e também oferece baixo recuo. Pode ser disparado com uma mão ou com ambas as mãos. É leve e compacto, o que facilita seu manuseio em locais fechados, é indicada para uso em curta distancias.

É conhecida em muitos jogos de FPS (em português: Tiro em Primeira Pessoa), é uma boa arma, leve, pouco recuo e com grande cadência de tiro. Sua munição faz com que esta arma tenha um maior poder de fogo. Sua munição pequena (compara a munições com o mesmo formato) e sua ponta (com o formato de fuzil) fazem com que ela consiga penetrar em um colete a prova de balas (exigido pela OTAN) o que a torna ainda melhor.













Ficha técnica: 

-Calibre: HK 4.6x30 mm
-Comprimento: 63 cm (cano 18 cm)
-Velocidade inicial do projétil: 735 m/s
-Alcance efetivo: 200 m
-Cadência de tiro: 950 disparos por minuto
-Capacidade: 20, 30 ou 40 munições
-Peso: 1,2 kg à 1,9 kg

domingo, 21 de julho de 2013

G3

A Gewehr 3 (G3) é um fuzil de assalto automático fabricada pela Heckler & Koch e era usado pela Bundeswehr em 1959. Foi a arma de infantaria padrão do exército alemão, Bundeswehr, até 1997, e continua a ser utilizada por vários exércitos nacionais. A G3 é tipicamente um fuzil de calibre 7.62 mm NATO, capaz de fogo semi-automático ou totalmente automático com um cartucho desmontável. Pode ainda ser anexada uma baioneta à G3, assim como um dispositivo lança-granadas.

Durante o começo em meados de 1950 a RFA (Alemanha Ocidental), bem como outros países da OTAN, teve necessidade de rearmar seus exércitos com o cartucho padrão 7.62x51 mm. Inicialmente os alemães prefiriram o FN FAL belga, eles o aprovaram com a designação G1 em 1956. Devido a razões óbvias a Alemanha queria fabricá-los em seu próprio território e tentou comprar a licença de fabricação do FAL, mas a Bélgica rejeitou o pedido, daí a Alemanha se voltou para outro projeto, derivado do CETME espanhol. A Alemanha comprou a licença de fabricação e transferiu o projeto para a empresa  Heckler & Koch, situada em Oberndorf, com algumas modificações. O projeto do fuzil foi aprovado pelo Bundeswehr sob designação de G-3 em 1959, sendo esta usada desde essa data até 1995 pelo exercito alemão. A G-3 e suas diversas versões são a principal arma de mais de 50 países

O grande motivo da popularidade do fuzil G-3 é que ela é de construção e manuntenção mais simples e barata que seus principais rivais contemporâneos, a FN FAL e a americana M-14. A HK continuou sua produção a´te meados de 2000-2001, quando ela desapareceu dos catálogos da empresa. No entanto, a HK ainda produz uma gama de armas que tem como base a G-3, como a submetralhadora HK MP-5 de calibre 9mm OTAN, a HK33 de calibre 5.56 mm, as HK-23 E HK-21, ambas metralhadoras em calibre 7.62, além do fuzil de precisão PSG-1 (também em calibre 7.62), entre outros. Em geral o G-3 é um rifle como um dos melhores fuzis 7.62 do mundo, ele é versátil, confiável, controlável e não dispendioso, e também é muito popular no mercado civil, sendo que só foi produzido para operar em semi-automático conhecido, inicialmente como HK-41 e mais tarde como HK-91.

O G-3 funciona com o sistema ação de recuo simples retardado também conhecido como delayed blowback, sendo que nele há dois roletes que atrasam a abertura da culatra. Esse sistema foi desenvolvido na Mauser no final da 2ª Guerra Mundial e refinado na Espanha. O fuzil tem a maior parte de seus componentes feita em aço estampado por isso sua construção é menos complicada que seus contemporâneos.


















Ficha técnica:

-Calibre: 7.62x51 NATO
-Comprimento: 102 cm (cano 45 cm)
-Velocidade inicial do projétil: 790 m/s
-Alcance efetivo: 630 m
-Cadência de tiro: 600 disparos por minuto
-Capacidade: 20, 40 e 60 munições
-Peso: 4,4 kg (descarregada)


GAU-21

Variante da Browning M2 .50